FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Prá torcida foi falta

No início de minha carreira, ainda na dúvida entre jogar futebol e estudar engenharia ‘um sonho’, que em 1967 foi postergado após prestar vestibular na UFPE e POLI, optei pelo esporte Bretão.

Era franzino demais, faltava a massa muscular, arisco, e como driblava muito, compensava na manha quando os corpulentos zagueiros encostava, caía pedindo a falta.

E, se o árbitro não dava, ajoelhado , e de braços abertos, mostrava a torcida, que em coro o xingava.

O problema foi num jogo no Torneio Nordestão em 1968, o escolado àrbitro Cel. Sebatião Rufino, após uma falta, esperou minha cena cinematográfica e falou:

Levante-se que você não é Jesus Cristo.

Quer jogar ou ir mais cedo pro chuveiro?

Assimilei e a partir daí evitei o cai-cai.

Mas, prá torcida do Santinha foi FALTA.

FernandoSantana

Categoria: Causos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.