FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Um craque que não vimos

Falar desta figura, o magrinho garoto que veio de Afogados( Vl. Ipiranga) para Jardim São Paulo.
Este professor da BOLA, ensinava magistralmente o caminho mais perto para se chegar ao gol.

Ficava a observá-lo na sua condução pelas areias quentes do campo do Ipiranga. Parecia um jogador de basquete, pois elegantemente não olhava para ela. Como a menina( a bola ) o obedecia. Seus dribles para vislumbrar as jogadas, seus lançamentos impecáveis, nos deixava de cara com o gol. Era um verdadeiro garçon, servia sempre.

Craque na acepção da palavra. Porém, este irmão amigo chamado Natanael Nascimento Pereira, (Natan), não quis seguir a carreira profissionalmente. Titular do: Ipiranga, Palmeirinha, Carinhoso, Empresa Oliveira.
Seu Batista treinador do juvenil do Santa Cruz, o viu, e pediu para dar um treino. Ele foi. Treinou, foi aprovado e sumiu. Perguntado por que, respondeu: simplesmente ” NÃO DÁ “, Tô Fora! Vou estudar!
Até hoje me pergunto por quê e não acho resposta.
Joel, irmão amigo, craque da bola que jogou no Santa, comenta: ele gostava mesmo era de jogar descalço.

Igual a ele cada um de nós conhecemos mais outros craques dos antigos campinhos dos bairros, bola-de-meia, borracha que deixamos de vê-los como jogadores profissionais.

Fernando Santana

Categoria: Causos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.