FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

” Foi de Doer “

p1010202.JPGPassei na casa de minha mãe Dona Saúde, e LU(irmã) mostrou uns artigos guardados por ela. Folheando, encontrei uma crônica de Lula Carlos, na coluna: Dois Toques.
Li, e reli.
Tentei me lembrar do jogo, ” De Doer ” contra o Fluminense. Gosto das críticas.
Mas…dizer que Eu estava com dor de barriga? Achei esquesito.
Pois, Dr. Omar, nem seu Gradim permitiria.
Sou um ‘garoto’ batalhador.
Prá mim: todos os jogos são decisivos. Pois não há como permanecer sonhando.

Em 1969, o campeão estadual disputava o “Robertão”.
Não havia: Ranking, Clube dos 13, nem queda para 2ª ou 3ª divisão.

Então uns meninos recém saídos do juvenil, se profissionalizaram, e foram com galhardia enfrentar as feras do Sul/Sudeste. Nossos encontros eram apenas regionais.
Cadê o intercâmbio?

Fitas de jogos, vídeos, INTERNET, vídeo conferência… Assim sim: ” É de DOER “…

” O mestre Gradim foi chamado de burro e os meninos de covardes “.

Na verdade, após ler todo o artigo me sinto aliviado hoje, porque naquele momento precisavamos mesmo era de INCENTIVO, e de pessoas experientes que acreditasse em NÓS .

Time modesto, feito com a prata da casa, e que deu muitas alegrias a torcida Pernambucana.

Acreditando na burrice de seu treinador e de nunca terem se acovardado, esses meninos de OURO, fizeram história, e eternizaram seus nomes de grandes profissionais.

Fernando Santana

Categoria: Artigos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.