FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Reserva de Luxo

O Santa Cruz tentava se igualar ao Clube Náutico Capibaribe. Após a conquista do penta-campeonato 1969/73, mudou muito para tentar o hexa-campeonato.

A diretoria do tricolor depois de ter renovado, me deu passe livre.
Como tinha passado no vestibular, apostei numa mudança fora do futebol, e lutei muito longe dos campos.

Foi quando numa manhã, saindo da faculadade, encontrei o mestre Gradim. Falou que estava trabalhando no Náutico, e que ia me levar para o timbu. Pedi uns dias para pensar. Decidi ir.
Na segunda-feira Fantoni chega de Belo Horizonte, e quero lhe apresentar.

Fui, treinei, ele aprovou, e mandou na SOCEL com Sebastião Orlando(presidente).
Assinei o contrato de um ano, e falei que meu passe era LIVRE.

Na sexta-feira fizemos um treino coletivo. O Náutico de: Neneca, Miguel, Sidclei e Beliato; Juca Show e Vasconcelos; Jorge Mendonça e Paraguaio. Timaço. Treinei no time reserva contra essas ferinhas do Titio Fontani.

Após o treino, venho conversando com Paraguaio, quando seu Fantoni me chama. Olha aqui seu Santana, o Jorge Mendonça é meu titular e você vai ser o ” Reserva de Luxo “, pois conto com você no banco, já que jogas nas cinco. Beleza, só que preciso assitir as aulas na faculdade. Sem problema, podes ir mesmo estando concentrado.
A conversa é que Jorge ainda um garotão vindo do Bangu havia falado que a camisa 8 era minha. Por isso Fantoni decidiu.

Fernando Santana

Categoria: Causos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.