FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Supercampeonato 1957/58

digitalizar0002.jpgEncontrei nos meus alfarrábios um jornal já esmaecido pelo tempo, mas com algo que chamou minha atenção. Tirei a poeira e vi três atletas de futebol. A princípio achei pelas cores que eram do Santa Cruz. Haja visto que não tinha escudo nas camisas. No entanto observando melhor com os nomes de: Marinho, Rudimar e Lanzoninho, tive a certeza que fizeram história pelo Mais Querido Clube das Multidões. Na época com meus 10 anos escutei os jogos ao lado de meu pai(Seu Santana).

A matéria que li e transcrevo vem do grande Jornalista Givanildo Alves, datado 22/12/1995 – História do Futebol em Pernambuco(1951-90) Capítulo12.

O chamado ” Supercampeonato ” foi porque Náutico, Sport e Santa Cruz cada um venceu um turno. Até então nunca havia acontecido tal fato.

Para o Santa Cruz nada melhor, pois estava num jejum de 10 anos. Trocou seu treinador(Palmeiras) por Alfredo Gonzalez que estava no Palmeiras/SP. Contratou Lanzoninho, Faustino, Rudimar, Marinho e para defesa vieram: Diogo, Sidney, Jaminho,Torbis e Cação.

O Náutico também fez boas contratações, sendo Edmur o grande artilheiro no lugar do ídolo Ivson.

O Sport Recife bi-campeão 1955/56 não contratou ninguém, pois Dante Bianchi(treinador) confiava no grupo.

1o Jogo do Super – Náutico 1 x 1 Sport

2o Jogo do Super – Santa Cruz 3 x 1 Náutico

3o Jogo do Super – Santa Cruz 3 x 2 Sport

Santa Cruz: Anibal; Diogo e Sidney; Aequinha, Aldemar e Edinho; Lanzoninho, Rudimar, Faustino, Mituca e Jorginho.

Gols: Rudimar, Aldemar e Mituca

Sport: Manga; Bria e Osmar; Zé Maria, Mirim e Pinheirense; Roque, Traçaia, Liminha, Carlos Alberto e Geo.
Gols: Carlos Alberto e Zé Maria

Com 2 vitórias o Santa Cruz premiou sua torcida como SUPERCAMPEÃO 1957/58.

Fernando Santana

Categoria: Artigos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.