FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Sufoco

Um Brasil assustado e preso na linha do Equador. Entra no jogo para fazer o tempo passar. Medo da altitude, no entanto sem atitude para enfrentar uma equipe que não assusta. AH! Tá,a bola pega maior velocidade, ele exploram essa correria por estarem acostumados. SUFOCO, por ter um time mal escalado. Ronaldinho Gaúcho sem condições físicas e sem ritmo de jogo. Por que não escalar Júlio Batista, que é titular da Roma? Tem mostrado por todas vezes que entra dá novo ritmo ao grupo e ainda faz gol. Já merece a titularidade. Graças a ótima fase do outro Júlio, o Júlio César que fechou o gol fazendo defesas que fez-nos sair de Quito com empate(1 a 1).

Na próxima quarta-feira( 1o de abril ) em Porto Alegre enfrentaremos o Peru. Esperamos ATITUDE da equipe para não termos surpresas como também o amargo empate no último
jogo contra Colômbia no Brasil.
Por que o Dunga não convoca o excelente Hernanes do São Paulo?

Sufoco saiu o Náutico de um Santa Cruz arrasador, porém a sorte não sorriu e o jeito foi amargar uma derrota(3 a 1) para os alvirrubros. O que fazer até esperar que venha a série D daqui a três meses? Jogar contra quem? Manter esse plantel pagando como?

Saindo do sufoco Rubinho Barrichelo viu cair em seu colo um segundo lugar com a batida de Vettel. A fórmula 1 nesse início na Austrália trouxe surpresas com o desempenho dos dois pilotos da equipe BRAWN.

Ufa! Quase esqueci, passei um sufoco ontem na homenagem que a Rádio Clube me proporcionou através de uma entrevista do amigo Rodrigo Gomes no programa das 12 horas. Foi um sufoco ao ouvir as palavras do jornalista Zé Bezerra. Grato!

Fernando Santana

Categoria: Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.