FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Os 4 a 0 no Uruguai

Leitura do jogo que EU vi.

Um Brasil sem esquema tático para sair para o jogo. Defender, e com chutões prá frente ver no que vai dar. Ora, se não tenho saída de bola, talvez o tático Dunga esteja certo. A frase de efeito e motivadora foi: igualar na força deles,pois na bola somos melhores. Mas, “cadê” o melhor na bola. Faltando um homem na meia cancha que faça essa distribuíção com qualidade, aí sim o porque dos chutões prá frente.

Por sorte um chute dispretencioso do nosso ala direita e o goleiro uruguaiano papou um frangaço. Então o adversário que estava melhor focou atônito, e creiam com o gol o Brasil recuou. Mais sufoco claro. Nossa sorte, NÂO, do sortudo Dunga é ter uma defesa excelente. E mais, um São Júlio César que tá pegando até pensamento.

Vejamos bem: como ganho de 4 a 0, e meu goleiro é o melhor do jogo, fazendo defesas milagrosas.

Como não dar uma chance ao atacante para o lugar de Luís Fabiano que levou o cartão amarelo(segundo) , e não participará do jogo em Recife. Manteve o atleta, podendo retirá-lo após o mesmo ter feito seu gol. Com sua expulsão, por que não colocar um jogador descansado para segurar a bola no ataque??? NÃO, botar mais homens no meio de campo para reforçar a defesa. Olha…. é dose. Porém, ganhou e o que vale.

Ora Sr. Treinador da seleção, tenha dó de nós torcedores, pois mesmo com 4 a 0 sofremos.

Saldar a defesa brasileira e ao goleirão que garantem o emprego do treinador.

Que mesmo no sofrimento vença o jogo contra o Paraguai, e VIVA a era DUNGA! Fazer o QUÊ!!!

Fernando Santana

Categoria: Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.