FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Brasil na final

É verdade que Joel Santana deu um NÓ sistematicamente em Dunga.

Na marcação em peças fundamentais principalmente no lado direito. Onde Maicon não conseguia avançar. Ora, a leitura do jogo estava à vista. Com um preparo físico impressionante, os africanos não deixoaram a seleção brasileira passear como viram contra a Itália.

As mexidas teriam que já terem sido feitas no intervalo. Precisávamos de velocidade com toques rápidos. Por que não tirar Robinho que estava mal no jogo? A entrada de Daniel Alves fazia-se necessária LOGO.

Bom, pelo menos mexeu errado e deu certo.

Explico. Colocando Daniel no lugar de Maicon, não resolveria o problema. Haja visto a forte marcação no lado direito. Tínhamos chances pelo lado esquerdo, e AÍ na substituição incrível. Já que tendo Kleber da posição, colocou corretamente Daniel. Que entrou com a camisa 13 da SORTE e bateu uma falta indefensável.

Parabéns a Joel Santana, armou o seu time para aguentar até prorrogação e tentar nos pênaltis ganhar dos brasileiros. Falhou, paciência!

Agora é esperar para domingo o JOGO final enfrentando os Estados Unidos da América.

Fernando Santana

Categoria: Notícia

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.