FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Agosto de 1969

normal_p1010074.jpgVamos lembrar o que aconteceu nos dias de agosto de 1969.

Vários fatos, mas o que nos interessa é relacionado ao futebol. Um clube lutava para sair da fila dos 10 anos sem ser campeão. O adversário rival (Sport), havia ganho um Bi-1961/62, estava na fila há 7 anos.

Porque: de 1963 a 1968 o Náutico fez valer sua pujança com uma equipe formada com a prata da casa.

Com o clube dos Aflitos fora da disputa em 1969, coube ao Santa Cruz e Sport a disputa pelo título.

Que começou numa série melhor de três no dia 17 de agosto de 1969. Este jogo foi na Ilha do Retiro, e o Santa Cruz venceu por 3 a 0. O artilheiro do campeonato Fernando Santana, quebrou um jejum marcando 2(dois) gols. O que não aconteceu em todos turnos do campeonato quando enfretou os rubro-negros.

Com essa goleada na casa do adversário, esperava-se que a decisão acontecesse na quarta-feira no Arruda, jogo do dia 20/08/1969. Que foi muito bem disputado, não havendo vencedor(0 a 0). O que deixou a torcida tricolor cabreira.

A terceira partida foi no dia 24 de agosto de 1969 na Ilha do Retiro, perdemos por 2 a 0, gols de Fernando Lima e Duda. Foi necessário uma prorrogação que terminou empatada.

A Federaçao Pernambucana marcou uma quarta partida em campo neutro.
Local designado: Aflitos(campo do Náutico), e arbitragem comanda pelo senhor Armando Marques.

No dia 31 de agosto de 1969, exato 40 anos o Santa Cruz tormou-se campeão ao vencer o Sport por 2 a 1. Com gols de Facó e Luciano Veloso, enquanto Duda descontou para o Sport.

Nesse jogo final o “Mais Querido Clube das Multidões”, alinhou com: Pedro Cruz(goleiro); Norberto(Reginaldo), Birunga, Zé Júlio, e Ari; Zito e Luciano; Fernando Santana, Facó, Mirobaldo e Nivaldo.

Do grupo partiparam: Naércio Gaião(goleiro), Rivaldo, Valdir, Vilanova, Rubens Salin, Joel, Cuíca.

Mestre Gradim(técnico), Amauri Santos(assistente), Nélson Lucena(preparador físico).
Dirigentes: Aristofánes de Andrade, Negib Correia Lima, Josias Vasco, James Throp, Dr. Bione.

É um fato importante de ser lembrado e comemorado após 40 anos dessa conquista maravilhosa.

Fernando Santana

Categoria: Coluna

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.