FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

A pressão continua

Tanto o Náutico quanto o Sport, sabem da pressão que sofrem.

Entendemos o quanto os comandantes: Geninho e Chamusca, correm contra o tempo. Até porque, não planejaram os desmandos das suas equipes. Pegaram o “bonde” andando.

Hoje, enxergamos os dois times já com a cara de seus treinadores. O Náutico, melhor, haja visto, o maior tempo de seu atual treinador.

Quanto ao Sport, é de tirar o chapéu para o jovem Péricles Chamusca. Aos poucos o time consegue ter sua “cara”. A briga para sair das últimas posições, não é fácil. Pois enquanto tenta somar pontos preciosos, há os que brigam: G4, Sul-ameicana e os da Libertadores. É pressão!

Já o Náutico de Geninho; este com mais tempo de casa tem trabalhado com mais tranquilidade. Porém, sua diretoria, teve a paciência necessária para deixá-lo trabalhar. Conseguiu ter o grupo na mão, aos poucos trouxe a auto-estima de volta. Contratou com cautela as peças que achou conveniente, e essas encaixaram-se como uma luva. Mérito para o comandante. Hoje, fora da zona dos rebaixados, precisa nestas próximas duas partidas, fazer o dever de casa. Somando os seis pontos, praticamente afasta-se da degola.

Boa sorte aos dois clubes Pernambcanos, torcemos pela permanência de ambos na elite do Brasileirão-Série “A”.

Fernando Santana

Categoria: Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.