FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Prova de fogo

normal_albumnaercio-9.jpgPara um grupo de garotos recém saídos dos juvenis. Sabíamos de nossa responsabilidade, haja visto o JEJUM de 10(dez) anos sem coquistar um campeonato. Tudo isso passava em nossas cabeças em 1969. O Náutico estava fora depois de 6(seis) anos levantando a taça. Então a decisão de uma melhor de três seria contra o Sport. Que tinha uma equipe experiente vindo da conquista do Nordestão/1968. E, nós garotos da base sem experiência, mas sabedor da oportunidade de firmar-se e fazer história. Não tínhamos o que temer. O primeiro jogo na Ilha do Retiro. O mestre Gradim nosso treinador contava da base com: Naércio, Norberto, Birunga, Rivaldo, Valdi; Givanildo, Luciano; Cuíca, Joel, Santana, Nivaldo. Uma cobrança em cima de mim, torcida e imprensa queriam explicação. Por quê o artilheiro do campeonato não fazia gols no Sport? Sabia da forte marcação, porém com calma fui para o jogão e marquei dois gols. Um deles considero dos mais lindos. Por cobertura na saída do goleirão Valdi vindo do Vasco da Gama/RJ. Uma beleza, vencemos por (3 a 1).
Pois espero que os meninos que hoje saíram da BASE, não intimidem-se com os experientes craques do Leão da Ilha. No campo de jogo são 11(onze) contra 11(onze). BOA SORTE para o meu Santa Cruz.

Fernando Santana

Categoria: Artigos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.