FernandoSantana

FERNANDOSANTANA paixão pelo futebol

Santos x Flamengo

O rei deve ter matado a saudade.
Pois lembrou da fase em que atuava e esses escores elásticos era o normal.
Principalmente quando enfrentava o Botafogo de Garrincha.
Ontem, não foi diferente. Quando duas equipes partem para jogar bola. Como se estivessem num campinho de rua jogando pelada.
Jogo aberto sem faltas, onde só a felicidade de atuar, num espetáculo digno do futebol brasileiro. Que a partir dessa partida precisa ser resgatado e respeitado. Sem medo de ser feliz.
Sem esquemas falidos de retranca para preservar emprego de técnicos medrosos.
Então, imaginem num só jogo 9(nove) gols. É tudo que o torcedor gosta de ver. Um futebol moleque como o mundo desde de 1958 aprendeu a copiar.

Fernando Santana

Categoria: Coluna

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.